quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Vem 2010!

Pois é, acabou o ano. Normalmente nessas datas refletimos sobre o que rolou no antigo ano e planejamos para o novo. Então recordando um pouco o meu ano de 2009. Por escolhas, se tudo fosse fácil assim... eu teria escolhido pular o ano de 2009. Exceto o casamento da minha irmã que foi um dos dias mais felizes da minha vida.
.
Não comecei o ano bem e passei por muitas lutas no decorrer. Na minha vida emocional eu diria que meu coração foi massacrado e encontra-se com grandes curativos nesta data. Eu conheci o próprio lobo na pele de um cordeiro, "tomei na cara" legal! Mas a vida é isso aí... E dane-se o aprendizado, ano que vem pensarei milhõooes de vezes antes de encarar qualquer nova emoção. Como eu sempre digo "eu acordo arrependida, mas não durmo com vontade".. Com isso, o dia amanheceu e eu me arrependi amargamente.
.
Conquistei uma confiança legal onde trabalho, continuei na mesma equipe que entrei o ano até agora e tenho visão de continuar 2010 nela. Minha grande amiga trabalha comigo, crescemos muito juntas dentro do setor com um pessoal excelente conosco. (Obrigada por tudo Dri!!!) Me sinto realizada, não por questões financeiras... E sim pelo meu crescimento, ciente de que tenho muito para aprender neste novo ano... Novos planos sempre existem e eu correrei atrás!
.
Para quem disse que a faculdade seria mais difícil ainda, pois mudei para uma universidade mais carregada, até que me saí bem... Não peguei exame de recuperação nos dois semestres. Aprendi bastante, o 2º semestre foi mais tranquilo, o 1º sofri um pouquinho mais. Mas este ano consegui sentir mais certeza de que psicologia é a minha carreira, é o caminho profissional onde consigo ver a luz no fim do túnel e sentir que é esta a direção.
.
Este ano marcou na minha vida espiritual, foi neste ano que reconheci que Deus é tudo que eu tenho, pois é... Eu demorei, sei disso. Mas vale reconhecer as coisas reais. Quando começou o ano eu ainda me via em crise existencial e no meio desta luta dos 365 dias, revi meus conceitos e endireitei meus caminhos. Graças somente a Deus por isso, por colocar pessoas certas, por usar vidas para abrirem minha cabeça, por eu ter me permitido qualquer mudança aqui dentro.
.
Falando somente de mim este ano, eu continuo quase a mesma. Um pouco mais amadurecida talvez, pelas dificuldades que enfrentei fui me adaptando, não quero falar de coisas ruins. Enfim, isso me fez levantar mais a cabeça sabe? Senti que eu enfrentei mais, me sinto um pouco fria por isso, mas foi a maneira que eu usei para conseguir superar, conseguir ficar firme. Fiz o DL em março, o que me ajudou de mais, de mais mesmo... Fato que marcou o ano sem dúvida, foi o DL, valeu cada centavo! Eu termino este ano com decisões recém tomadas, e com expectativa de que eu tenha acertado desta vez.
.
Quanto aos planos para 2010 eu ainda não tenho muitos. Sempre que eu planejo de mais mudo de idéia no meio. Então... Vem 2010! O que tiver que vir amém, Deus está no controle agora. Se for mais um ano de luta, que eu esteja preparada para guerrear! Se for um ano de paz, maravilha, estou mesmo precisando descansar. Contudo, não sei de onde tirei... Mas sinto que será um ano de muita positividade para mim, em todas as áreas. Vou chamar isso de fé!
.
Bom... Então.... "Tim tim !!!" Um 2010 de luz e paz interior para todos nós!!! Harmonia nos lares, positividade, saúde e disposição para caminhar!!! Obrigada aos meus poucos leitores de 2009 haha... Ícaro, Carlinha, Adriana, minha tia Tati, Juju Salim, Pri, Otávio, Thi e aos anônimos rs... Pessoas que acompanharam meus extremos neste blog e sempre que possível comentavam comigo minhas brisas. Valeu de coração!!! Para minha família, meus amigos, família Luchesi.... Enfim... Um mundo melhor em 2010!

sábado, 26 de dezembro de 2009

SEMPRE COMIGO

Pensando em outra forma de escrever isso e me perguntando por que escreverei tudo de novo, mesmo que com outras palavras. Para que repetir? Faltou alguém ouvir ou me falta ainda o que falar? Eu não sei. Ainda não sei. Esta noite está desesperadora! Não trata-se mais apenas de falta ou saudade. São coisas na minha cabeça que não saem... Me dominam, e eu odeio perder o controle, quanto mais de mim mesma. Minha insistência, mas em quê?
.
É como se a cada novo minuto eu voltasse para o final da fila e não conseguisse seguir. Quando acho que já estou na metade do caminho, algo me puxa para o fim. Ou início novamente. Como nos pesadelos tu tenta correr e tudo se passa em câmera lenta. A minha mente está lá na frente, onde os sonhos e planos me guiam, eu estou aqui neste quarto, onde tudo me diz que nada do que eu sonho ou planejo fará sentido assim. Com este coração. Há uma metade.
.
Metáforas chegam nem perto. Eu canto, grito, choro. Mas enquanto eu não sair deste blog.. Tudo ficará no mesmo lugar. Meu orgulho me domina às vezes, mas na maioria delas eu brigo comigo mesma. Intrigas entre eu hoje e eu amanhã planejada. Estou eu novamente no fim da fila e ao mesmo tempo no início de tudo. Não daria certo e, nem preciso da psicologia para compreender isto. Estou bem e, preciso apenas de mim para sentir isto.
.
Acontece que tudo mudou na minha vida e voltar atrás assim me parece insuportável. Não sei se estou disposta. Na verdade em choque! Sinceramente não decidi nada. Eu, a senhora decisão! O cheiro do dia-a-dia que hoje busco o mínimo que ficou e permito que fique pela eternidade de poucos segundos. Eu menti quando discursei a minha certeza sobre qualquer coisa que achei verdade na hora.
.
Não te sinta mal, pois nem eu sabia a realidade. Fomos enganados e eu só achei que deveria te contar... Há agora esta liberdade, que me prende ainda mais. Quanto aos outros, suplico que de mim nada esperem. Eu não sou de ninguém e que fique claro que nem quero ser. Meu erro é desesperada tentar recomeçar logo e atropelar até o que nem estava pela frente. E daí eu mudo de idéia e tenho que dar um jeitinho e outro jeitinho, e outro, e outro... Desculpa, mas eu me enganei!
.
Tô tentando, na medida do possível, buscar um equilibrio. Até agora vivi meus extremos que venho escrevendo aqui. Os fatos que me despersonalizam. O que posso fazer? Escrever talvez. O que mais me acaba por dentro, amargamente... É que sei que nada vai bem por aí, tudo me mostra que nada ficará bem deste jeito nem por aqui. E eu não posso simplemente desistir agora, por que o telefone e a campainha tocaram, e só me cofirmaram que não estou ficando maluca só. Mesmo nas piores noites, sempre comigo, haverá você.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Em férias de verão ... 2009 !!!

Oieee! Hoje estou aqui no meio do mato, meu celular nem pega aqui. Graças a Deus tem internet e deu para eu me sentir mais parte de uma sociedade haha. Junto com meus priminhos, já tomei banho de represa, coloquei algumas fotos no orkut. Está tudo em paz. Tomei sol; to comendo feito pac man; durmo de tarde e de noite, pois de manhã meus priminhos não deixam.. .
.
As vezes é bom dar uma fugida da cidade grande e deitar na grama, sentir a brisa, o sol, ouvir os pássaros. Correr das pererecas e aranhas. Minha cor mudou de branca para rosa próximo do vermelho, acho que dá para imaginar rs! Contudo estou tri feliz. Mente mais aliviada. A esta hora, 20h20, já está enchendo de mosquitos aqui rs... (E por sinal, quando os números estão iguais no relógio é que alguém está pensando em nós. Quem tá pensando em mim aí???? rs)
..
Voltando ao assunto, na reflexologia disseram que minha mente estava sobrecarregada. Sei lá se é verdade, mas de qualquer forma me sinto bem melhor agora, depois de uns dias sem nada para fazer. Verdade que meus primos me agitam pra caramba, mas nem sempre gastar energia é se desgastar, depende do ponto de vista e do que me diz respeito.... eu estou no caminho certo, diria que estou ocupando o tempo e energia da melhor forma.
.
Bom, para quem eu não falar mais, um ótimo natal!!! Sem muitas felicitações, mas que cada um lembre-se do verdadeiro sentido do natal - > JESUS CRISTO nasceu! E graças... O sacrifício pago na cruz pelos nossos pecados, só temos que curtir a liberdade que Ele nos deu, sem culpas, sem julgo e sempre louvando... Olha que maravilha. Então vamos festejar esse presente que a humanidade ganhou há mais de dois mil anos atrás. Graças a Deus por isso!!!
.
Fuiiiiiii....

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

HOJE...

Ontem quando fui dormir quis escrever, porém não havia nada em mente. Nada para falar, então senti por um momento qualquer coisa que não soube dar nome, nem expressar. Pouco antes disto, minha irmã havia me deixado em casa e enquanto eu ainda estava com ela, comentamos brevemente sobre como é impossível viver sozinho e da dependência do outro que o ser humano tem, consciente ou não.
.
Percebi que era este tema que estava na minha cabeça, pois cheguei em casa naquele silêncio, sem ninguém, o quarto como eu deixei pela manhã. Ninguém abriu minha janela nem arrumou a minha cama. Então refleti no breve assunto. Talvez ficar com a própria companhia seja algo mais terrível do que pareça. O telefone não toca e é tarde para ligar seja lá para quem. Eu teria que dar um jeito. Pensei no que poderia escrever hoje em meu blog e comecei então minhas malucas idéias, o bastante para mais uma noite de sono perdido. Se meu rádio ficasse rouco... As músicas falam de amor, de ódio, de par e singular. Cada qual com sua identificação.
.
Vejo pessoas sozinhas que querem ser sozinhas, vejo pessoas de casamento marcado que se perguntam "será?". Vejo pessoas hipócritas com os outros e aquelas que mentem para si que estão certas das coisas. Não é vazio, há uma complexidade de desejos por dentro, mas olhando a fundo, todo desejo é para preencher algo, e esse algo que preenche é por que outrora esteve vazio.
.
E eu me perco nessas teorias. Costumo escrever alternativas que possam me esclarecer ou talvez dar uma coerência no final, mas acho que na verdade eu nunca chego a conclusão alguma. Contudo, para tentar não ser tão insistente no vago, mudamos a todo tempo, a cada segundo... Hoje eu posso querer ficar lá no meu quarto brisando com músicas de fundo. Amanhã pode me dar um louco desejo de procurar alguém, ou o meu telefone toque e eu decida que sim.
.
E isso tudo faz de mim a insatisfeita neurótica assumida, que se permitiu por hoje fazer exatamente aquilo que sem sentido, fez tudo valer. Mesmo que pareça desespero, mesmo que pareça sensato de mais ao ponto de irritar. Mesmo que depois eu decida sair para comprar uma bicicleta ou pedir ele em casamento. Por que a companhia ou solidão cabe a mim e mais ninguém entre todos na multidão. Hoje... eu sou de mim mesma.
.
Normal!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

HOJE...

Por que a gente ouve aquelas músicas que acabam com a gente? E de novo... e de novo.. e de novo...
.
Feche os olhos por um minuto, pois abri-los agora seria dolorido de mais. A música que se repete no rádio, o filme que se repete em minha mente. Outra vez.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

MALUCO ÓDIO DE AMAR

Por que cada louco com sua mania, o mundo resolveu pirar geral! E eu conheci o homem mais chato do mundo todo. Já vou logo avisando que qualquer semelhança é mera coincidência, há muitos homens no mundo. A maior maluquice não é tanto a mania, a piração, ou a chatice.... Em meio a tudo isso a maior maluquice é encontrar lugar para o amor.
.
Sem planos, algumas idéias. Sem coragem, alguns desafios e obrigações. Porém nada que me convença de que fará alguma coisa quando o sol sair. Aquela noite virada, sem dormir, buscando o motivo da insônia, embora reconheça. O violão encostado, esta noite eu não toquei o meu teclado, não quis... errar o mesmo acorde, sempre.
.
Costumes, coisas que as pessoas costumam fazer sempre, quase que diariamente, ou sim... todos os dias. Talvez ouvir The Beatles, talvez aquela rádio caipira. Talvez nada. Ou cante! Canta para mim? A internet sempre é uma boa pedida, para expressar, para distrair. Distração! Bem colocado.
..
Ecologicamente corretos, estampas simétricas. O mesmo perfume desde sempre, o mesmo corte de cabelo. Talvez eu pinte de alguma cor, só para ver como fica, ver se muda. Se ajuda! Cores que se misturam, se cruzam, o xadrez. E manias que me irritam. O chimarrão bem preparado. A minha cultura tão bem aceita.
.
Coisas que eu escrevi e sempre lerei novamente, só para não me esquecer e não perder os detalhes com o passar do tempo. Rotinas que eu quis para mim, hoje eu não quero mais. Mas lembro e vivo por instantes tudo de novo. Por que não valeu à pena, mas que às vezes me dá vontade de querer. Por que me irrita é que eu tanto amo. E eu odeio isso.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

HOJE...

Última semana de trabalho para minha super folga.... Paro dia 18, dia da festa de final de ano da TV Cultura, daí vou passar uns dias com meus priminhos e depois o que Deus quiser... O que aparecer! E volto dia 28 para a semana da virada, fizemos uma escala bacana rs. Estou super feliz...!!!
.
Final de semana teve baladinha do love da minha prima, querido Mau. Foi tri legal!!! Esta semana ainda tenho alguns compromissos que não dá mais para adiantar, prometo. Correria de final de ano, preciso montar minha árvore de natal. Bom, tudo ocorrendo bem, estou feliz com as festas e programações. Previsões para o carnaval também, mas vamos por partes... Seguem fotos da baladinha sábado...


e assim para sempre.......


quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

HOJE...

Eu resumiria o post de hoje com uma única palavra. Normalmente eu venho sabendo o que quero expressar, as vezes tenho dificuldade em elaborar e achar as palavras certas. Hoje eu simplesmente me sinto perdida no meio da confusão que acontece por aqui. Como posso pagar por algo que eu não tive culpa? Algo que eu precisei fazer, precisei tentar. A vida coloca situações em nosso caminho que eu diria "ohhhh, como assim?" Nos últimos dias têm acontecido coisas que eu tô chocada em como a vida nos ensina hoje o que é para ser hoje e amahã o outro lado que outrora não demos o devido valor.
.
E de fato, tu aprende como agir e como não agir. Eu sempre digo que o maior aprendizado é aquele em que tivemos a oportunidade de viver, sentir e por fim reconhecer que dói para posteriormente aprender. Não me lembro bem, mas há autores importantes que nos falam do crescimento após a angústia. Faz sentido. E como faz!
.
Eu só queria uma direção. Ouvi que ser forte é falar o que não tem vontade para que tudo fique bem, é sorrir quando se quer chorar, é fingir que está tudo calmo quando a verdadeira realidade é querer gritar beeeem alto. E eu tô tentando. Eu sou do tipo que acorda arrependida, mas não dorme com vontade... Não sei até que ponto isso é positivo ou não. E até que ponto com este meu jeito, eu não deixei lágrimas caídas por aí... Perdidas.
.
Já pensei em reverter a situação, mas não encontrei método. Ou poderia ser algum tipo de castigo... Essas coisas, o feitiço contra o feiticeiro, mas não é possível. Perdi o foco. "Ando tão à flor da pele, que meu desejo de confunde com a vontade de nem sei". Enfim, hoje por aqui, vou indo... Perdida!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

MEUS 20 ANOS!!!

A festa de ontem a noite... Comemorando meus 20 anos. Foram pessoas super especiais, vou escrevendo legendas abaixo. Enfim... Eu só poderia estar mais do que feliz.... !!!!! Obrigada Deus por todas as pessoas queridas que me fizeram feliz ontem e fazem sempre!!!!
.
Meu tesouro e eu!
Este é o Renan, um novo tesouro em minha vida...
... tô conhecendo o que é divertimento!
Amores eternos. Mana e mãe!
Meu suuper cunhado e AMIGO!
Minha amada tia e grande amiga Tati!
Mãe e tias queridas!
Felicidade é prefixo, entre primos só alegrias!
Mais primos...
Minha MÃE!

Um amor somado em meu caminho, família Luchesi!

Drika e Robson, excelentes amigos!
Susi e Má, amigos do coração!
Amados primos...
Rê de novo!
Minha companheira de tudo, irmã, amiga, confidente Dri!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

HOJE...

Têm dias que as coisas não começam bem, levantei com o pé esquerdo hoje. Mas pode melhorar, sempre pode melhorar. Recebi um e-mail hoje cedo que animou. A vida é assim, não adianta lamentar cara! Eu odeio São Paulo, mas enquanto eu estiver aqui vou ter que aceitar, ou ir embora daqui. Verdade isso né?
.
Bom, o final de semana promete fortes emoções, final do campeonato brasileiro, meu COLORADO está quase láaa... Ao mesmo tempo estará rolando meu aniversário de 20 anos! Resumindo, um super domingo. Antes disso terei o sábado com uma programação somente, mas que me faz pensar e querer que chegue logo.
.
As coisas vão indo por aqui, creio que tive uma oportunidade de trocar os pés e recomeçar com o direito esta manhã, num simples gesto que mudou o sentido de hoje... E como não poderia ser diferente, hoje eu já me preparo e visto a camisa vermelha. Um excelente dia à todos... E um final de semana COLORADO para todos nós!! Dá-lhe INTERNACIONAL!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Música brega, tem momento que pede....

Se o medo e a cobrança, tiram minha esperança,
tento me lembrar, de tudo que vivi,
e o que tem por dentro, ninguém pode roubar.
.
Descanso agora, pois os dias ruins,
todo mundo tem,
já jurei pra mim, não desanimar.
E não ter mais pressa,
pois sei que o mundo vai girar,
o mundo vai girar,
eu espero a minha vez.
.
O suor e o cansaço fazem parte dos meus passos,
o que nunca esqueci é de onde vim,
e o que tem por dentro, ninguém pode roubar.
.
Descanso agora, pois os dias ruins,
todo mundo tem,já jurei pra mim, não desanimar.
E não ter mais pressa, pois que o mundo vai girar,
o mundo vai girar, e eu espero a minha vez.
.
E eu não tô aqui pra dizer o que é certo e errado,
ninguém tá aqui pra viver em vão.
Então é bom valer a pena, então é pra valer a pena,
ou melhor não.
.
Os dias ruins, todo mundo tem,
já jurei pra mim, não desanimar
E não ter mais pressa, pois sei que o mundo vaigirar,
o mundo vai girar, e eu espero a minha vez.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

HOJE... MÚSICA

video

Do primeiro amor à desilusão

Já dizia Mario Quintana em "Amadurecimento" sobre o quanto a mulher se torna mais seletiva a cada novo homem em sua vida. E não conheço uma mulher que não se identifique com as palavras do sábio Quintana neste texto. Eu poderia pensar que ele foi mulher por um dia ao ponto de ser tão verdadeiro em cada frase.
.
Ontem refletindo, parei para pensar nos meus amores, e quantos foram eles! Pensei em quando conheci a perfeição e também em quando percebi que era equívoco acreditar nela como realidade. Hoje posso notar que meu real nem sempre está na realidade que é a vida, o mundo, o todo que me cerca.
.
No pré escolar dizem que nosso melhor amigo é nosso "namoradinho", e tu entende que é. Conheci tantos namoradinhos até a 5ª série, após a 6ª vim para São Paulo e de cara notei a diferença dos amiguinhos daqui. Mas me apresentaram aquele príncipe encantado que chamamos de primeiro amor. Que delícia né?! Era como se tudo fosse lindo e de fato não havia problemas naquela fase, só curtir e procurar um defeito no disfarçado sapo. Eu me tornando a Marília Mafra.
.
E daí eu fui tentando corrigir um no outro, por que um era neurótico em glamour, encontrei um roots. Por que este era muito organizado, encontrei um maluco. Por que era infiel, encontrei um chiclet's. Por que era muito ciumento, encontrei um indiferente. Por que era corintiano, encontrei um que curtisse meu time. E estraguei tudo o que poderia ser bom, ou simplesmente normal e cheio de defeitos.
.
Acho que posso afirmar que toda mulher já pensou em juntar uns cinco caras num só, somar as qualidades e sumirem os defeitos. Eu sempre pensei isso até encontrar um. Incrível, inacrediável! Que guria de sorte sou eu. Mas como toda neurótica eu precisei achar um motivinho né. Achar não, criar um motivinho, que na minha consciência nem eu sei qual é. E recusei. E recuso. Ainda é cedo. Eu tentei dizer, mas nem sempre falar do tempo e do momento é uma resposta. O cavalo passa, tu montando ou não.
.
Tem aquele nem tão perfeito assim, mas que me levaria a qualquer idéia maluca, topar todas e deixar que o universo te ajude a viver. Com medo, mas alí. Eu sempre quis o mais complicado, o que eu precise teimar mais, é meu isso. Eu disperdicei tanto, procurando por quê nas coisas. Enquanto que a vida pode ser um mundo de possibilidades, ouvi isto essa semana e frustrei. Comigo mesma me desiludi. É assim que vai ser, eu não mudei de idéia. Dizem que nem sempre casamos com o grande homem da nossa vida. Quem sabe?
.
E do meu primeiro amor, repassei por uns intantes cada um, até hoje. A desilusão começa onde percebemos que não é como realmente sempre acreditamos e que algo também pode estar fora do nosso controle. Como a percepção que eu tinha do que eu quero ou sinto. Eu já não sei mais e isso desilude qualquer hipótese que eu tinha de tomar uma decisão ou escolher um caminho. Bem-vinda Marília! Como é complicado.... Ou eu complico tanto... Complicado é o metrô paulistano. Minha insatisfação disfarçada. À desilusão.